Julio 2 Amarante

Eu Vagava Sozinho Como Uma Nuvem (Narcisos)

Viajava solitário como uma nuvem
Que flutua no alto sobre vales e colinas,
Quando de súbito, eu vi uma multidão,
Um anfitrião, de narcisos dourados;
Ao lado do lago, debaixo das árvores,
Vibrando e dançando na brisa.

Contínuo como as estrelas que brilham
E cintilam na via láctea,
Eles se estendiam na linha sem fim
Ao longo da margem de uma baía:
Dez mil viram em um relance,
Jogando suas cabeças com dança viva.

As ondas ao lado deles dançavam;
Mas eles excediam as ondas cintilantes de prazer:
Um poeta não podia deixar de ser feliz,
Em tal alegre companhia:
Olhei e olhei, mas pouco pensamento.
Que saúde esse espetáculo me trouxera:

Pois muitas vezes, quando no meu sofá eu deito
De maneira vaga ou pensativa,
Eles piscam para esse olho interior
Qual é a felicidade da solidão;
E então meu coração com prazer enche,
E dança com os narcisos.

This is a translation of the poem I Wandered Lonely As A Cloud (Daffodils) by William Wordsworth

Topic(s) of this poem: happiness, nature, solitude

Poem Submitted: Thursday, August 24, 2017
Poem Edited: Thursday, August 24, 2017

Add this poem to MyPoemList
5 out of 5
0 total ratings
rate this poem

Comments about Eu Vagava Sozinho Como Uma Nuvem (Narcisos) by Julio 2 Amarante

There is no comment submitted by members..

Pablo Neruda

If You Forget Me



Read this poem in other languages

This poem has not been translated into any other language yet.

I would like to translate this poem »

word flags